Pré e Aftercare

Para aqueles que subestimam o aftercare, vamos letra a letra dele ver o que significa este ritual de fechamento da
sessão / cena. Mais que uma palavra, aftercare é um gesto, um cuidado, é um fechamento. É dar o ponto final em uma
cena e voltar para a realidade.
A – Atenção. Aqui pode incluir a intimidade: afagos, carícias, cuidados, abraços, beijos, massagens, chamegos. Mais que
somente uma das letras de uma palavra é uma forma de falar que você se importa com o bottom.
F – Fortificação. Seu corpo precisa de hidratação, alimentação, medicação. Cada uma das práticas exige cuidados
específicos no aftercare. Esta são uma das básicas. Muita energia é dispendida nas práticas assim como endorfina que
toma conta do corpo inteiro. Dependendo da prática, saiba cuidados médicos para limpeza do bottom e do TOP.
T – Transição. Uma Troca de Poder imensa toma conta. Arrume uma forma de se CAPACITAR. Recupere a dinâmica de
poder dentro no seu relacionamento, re foque seu temperamento e retome seu equilíbrio dentro de suas regras. Centre-
se e retome as disposições de sua mente, corpo e espírito. Reestabeleça seu centro.
E – Expressão. Dê e mostre gratidão por seu parceiro. Mostre seu reconhecimento pela cena que foi feita. Muitas vezes
um “Muito Obrigado” opera maravilhas. Dê o suporte necessário à sua / seu parceiro / a. Faça o fechamento apropriado
da cena.
R – Recuperação. Pegue este tempo para se recuperar, voltar à “realidade”. Divida os pensamentos, converse e
recuperem sua forma. A cognição, estabilidade emocional e função motora complete requerem tempo para voltar às
plenas funções. O sentimento de abandono é comum se este tempo de recuperação é insuficiente. Quando as coisas
dão erradas, reaja rapidamente, decididamente e assertivamente. Prepare sua cena para paradas bruscas quando
necessário.
C – Comunicação. Dê suporte, novamente, e ouça um ao outro. Dividam contatos para que possam conversar. Ligue,
mande um e-mail, uma mensagem. Determine quanto tempo é necessário dependendo da profundidade da prática que
você executou e quais áreas da mente você se aprofundou. Tops são psicológicos, não psíquicos, então divida seus
sentimentos, pensamentos e angústias.
A – Análise. Entenda o que está sentindo. Sua dor, euforia, machucados, descontentamento e prazeres. Cheque suas
necessidades imediatas e as de longo prazo. O que seu choro e lágrimas dizem a você? Você está experienciando uma
“queda” tardia? Um TOP / bottom Drop? Tanto um quanto outro podem experienciar remorso e lamentar-se pelo que
acabou de ocorrer. Precisa de tranquilidade para si e revalidar suas ações? As endorfinas tomam tempo para estabilizar
no organismo.
R – Reflexão. Faça uma reflexão crítica da sessão / cena que acabou de ocorrer com seu parceiro. O que vocês queriam,
esperavam, pretendiam foi alcançado? Seu limite foi ultrapassado? Foi bom? Foi ruim? Que barreiras mentais vocês
ultrapassaram que necessitam de atenção maior? Que precauções precisam para a próxima vez?
E – Exploração. Explore futuras possibilidades desta mesma cena no futuro. Encontre novas ideias, pesquise. Determine
que habilidades você precisa melhorar. Questione-se! Redefina-se! Pense fora da caixa. Coloque-se no lugar do outro.
Esta não é somente mais uma letra no aftercare, e não existe somente “um lado” no aftercare. Os dois necessitam disso,
e não existe um padrão para isso.

📍 Caso tenha alguma dúvida, fique à vontade para fazer sua pergunta, caso essa não esteja dentro do
QUESTIONÁRIO referente ao TEMA DO DIA para não tirar o foco principal, e se for preciso, marque o ADM ou o colega
com @, para que assim que possível, possamos responder. Vamos debater sobre esse tema, sempre respeitando a
opinião e experiência de cada um.
Atenciosamente
Adm’s G.E.M.A. 😊